NOVAS PUBLICAÇÕES (29.04.2005)

 

NORMAS BRASILEIRAS

ABNT/CB-02 - Comitê Brasileiro de Construção Civil
Válidas a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15220-1 - Desempenho térmico de edificações - Parte 1: Definições, símbolos e unidades
Estabelece as definições e os correspondentes símbolos e unidades de termos relacionados com o desempenho térmico de edificações.
Origem: 02:135.07-001/1
Palavras-chave: Desempenho térmico. Edificação - 8 páginas

ABNT NBR 15220-2 - Desempenho térmico de edificações - Parte 2: Métodos de cálculo da transmitância térmica, da capacidade térmica, do atraso térmico e do fator solar de elementos e componentes de edificações
Estabelece procedimentos para o cálculo das propriedades térmicas (resistência, transmitância e capacidade térmica, atraso térmico e fator de calor solar) de elementos e componentes de edificações.
Origem: 02:135.07-001/2
Palavras-chave: Desempenho térmico. Edificação - 34 páginas

ABNT NBR 15220-3 - Desempenho térmico de edificações - Parte 3: Zoneamento bioclimático brasileiro e diretrizes construtivas para habitações unifamiliares de interesse social
Estabelece um zoneamento bioclimático brasileiro, abrangendo um conjunto de recomendações e estratégias construtivas destinadas às habitações unifamiliares de interesse social.
Origem: 02:135.07-001/3
Palavras-chave: Desempenho térmico. Edificação - 30 páginas

ABNT NBR 15220-4 - Desempenho térmico de edificações - Parte 4: Medição da resistência térmica e da condutividade térmica pelo princípio da placa quente protegida
Estabelece o método absoluto para medição, em regime permanente, da resistência térmica e da condutividade térmica de materiais sólidos, usando-se a aparelhagem denominada placa quente protegida, tendo a placa uma largura total ou diâmetro acima de 200 mm e uma largura do anel de guarda entre 1/4 e 1/6 do diâmetro ou da largura total.
Origem: 02:135.07-001/4
Palavras-chave: Desempenho térmico. Edificação - 10 páginas

ABNT NBR 15220-5 - Desempenho térmico de edificações - Parte 5: Medição da resistência térmica e da condutividade térmica pelo método fluximétrico
Estabelece o método de utilização de técnicas fluximétricas para medir a resistência térmica em regime estacionário, através de corpos-de-prova na forma de placas planas, podendo-se deduzir por cálculo a condutividade térmica.
Origem: 02:135.07-001/5
Palavras-chave: Desempenho térmico. Edificação - 10 páginas

ABNT/CB-03 - Comitê Brasileiro de Eletricidade
Válidas a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15214 - Rede de distribuição de energia elétrica — Compartilhamento de infra-estrutura com redes de telecomunicações
Estabelece os requisitos e condições técnicas mínimas para compartilhamento de infra-estrutura das redes de distribuição aérea e subterrânea de energia elétrica, nas tensões nominais até 34,5 kV, com redes de telecomunicações.
Origem: 03:513.01-003
Palavras-chave: Redes de distribuição. Redes de telecomunicações. Compartilhamento - 19 páginas

ABNT NBR IEC 60050(161) - Vocabulário eletrotécnico internacional - Capítulo 161: Compatibilidade eletromagnética
Estabelece termos e definições referentes à compatibilidade eletromagnética.
Origem: 03:077.01-001
Palavras-chave: Compatibilidade eletromagnética. Vocabulário - 28 páginas

ABNT NBR IEC 60670-1 - Caixas e invólucros para acessórios elétricos para instalações elétricas fixas domésticas e análogas - Parte 1: Requisitos gerais
Aplica-se a caixas, partes de invólucros e invólucros, destinados aos acessórios elétricos com tensão nominal não superior a 1 000 V c.a. e 1 500 V c.c., destinados a instalações elétricas fixas domésticas ou análogas, tanto internas como externas.
Origem: 03:023.02-060
Palavra-chave: Invólucro – 52 páginas

ABNT NBR IEC 60947-6-1 - Dispositivos de manobra e controle de baixa tensão - Parte 6-1: Dispositivos multifuncionais - Equipamento de comutação de transferência automática
Aplica-se a equipamentos de comutação de transferência automática (CTA) a serem utilizados em sistemas de alimentação de emergência com interrupção da alimentação para a carga durante a transferência, com tensão nominal não superior a 1 000 V corrente alternada ou 1 500 V corrente contínua.
Origem: 03:017.05-012
Palavra-chave: Chave de transferência automática - 36 páginas

ABNT/CB-08 – Comitê Brasileiro de Aeronáutica e Espaço
Válida a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15102 – Aeroespacial - Inspeção do primeiro artigo - Requisitos
Provê requisitos consistentes de documentação para inspeção do primeiro artigo de componentes aeroespaciais. Origem: 08:003.09-013
Palavras-chave: Aeroespacial. Primeiro artigo. Inspeção – 12 páginas

ABNT/CB-10 - Comitê Brasileiro de Química
Válida a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15211 – Soda cáustica líquida - Determinação de carbonato - Método potenciométrico (método A) e volumétrico (método B)
Especifica os métodos de ensaio para determinação de carbonato em soda cáustica líquida por titulação com solução padronizada de ácido clorídrico, sendo: método A - método volumétrico utilizando um potenciômetro para indicação do ponto de equivalência da titulação; método B - método volumétrico utilizando indicadores para indicação do ponto de equivalência da titulação.
Origem: 10:102.01-017
Palavras-chave: Soda cáustica. Hidróxido de sódio. Carbonato - 6 páginas

ABNT/CB-17 - Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário
Válida a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15212 - Tecido resistente à chama para uniformes de vôo
Especifica os requisitos e métodos de ensaio para tecidos resistentes à chama destinados para a confecção de roupas profissionais para aeronavegantes.
Origem: 17:700.03-002
Palavras-chave: Tecido. Resistência à chama. Uniforme de vôo - 5 páginas


ABNT/CB-28 - Comitê Brasileiro de Siderurgia
Válida a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15217 - Perfis de aço para sistemas de gesso acartonado — Requisitos
Estabelece os requisitos mínimos para os perfis de aço utilizados nos sistemas de gesso acartonado destinados à execução de paredes, forros e revestimentos internos, não estruturais.
Origem: 28:000.04-006
Palavras-chave: Aço. Perfil metálico. Gesso acartonado – 8 páginas

ABNT/ONS-34 - Organismo de Normalização Setorial de Petróleo
Válidas a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15205 – Armazenamento de combustível - Revestimento interno de tanque instalado, com a criação de parede dupla e espaço intersticial
Estabelece os requisitos gerais para aplicação de revestimento interno de tanques de armazenamento de líquido inflamável e combustível, instalados com a criação de espaço intersticial, utilizando material composto à base de resina e fibra de vidro tridimensional.
Origem: 34:000.04-037
Palavras-chave: Armazenamento de combustível. Revestimento interno - 11 páginas

ABNT NBR 15216 – Armazenamento de combustíveis — Controle da qualidade no armazenamento, transporte e abastecimento de combustíveis de aviação
Estabelece os requisitos e procedimentos para o controle da qualidade no armazenamento, transporte e abastecimento dos combustíveis de aviação.
Origem: 34:000.04-040
Palavras-chave: Combustível de aviação. Controle da qualidade - 41 páginas

ABNT/CB-38 - Comitê Brasileiro de Gestão Ambiental
Válida a partir de 30.05.2005

ABNT NBR ISO 14043 - Gestão ambiental - Avaliação do ciclo de vida - Interpretação do ciclo de vida
Origem: 38:005.01-004
Estabelece requisitos e recomendações para conduzir a interpretação do ciclo de vida em estudos de ACV ou ICV.
Palavras-chave: Meio ambiente. Gestão ambiental. Avaliação do ciclo de vida - 19 páginas

ABNT/CB-43 - Comitê Brasileiro de Corrosão
Válida a partir de 30.05.2005

ABNT NBR 15218 – Critérios para qualificação e certificação de inspetores de pintura industrial
Estabelece os critérios e a sistemática para qualificação e certificação de inspetores de pintura industrial, e descreve as atribuições e responsabilidades para os níveis de qualificação estabelecidos.
Origem: 43:000.02-006
Palavras-chave: Pintura industrial. Qualificação. Certificação. Inspetor - 17 páginas

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

Válida a partir de 30.05.2005

ABNT/CB-50 – Comitê Brasileriro de Materiais, Equipamentos e Estrutura Offshore para a Indústria do Petróleo e Gás Natural

ABNT ISO/TS 29001 - Indústrias do petróleo, gás natural e petroquímica – Sistemas de gestão da qualidade específicos do setor – Requisitos para organizações de fornecimento de produtos e serviços
Define os requisitos do sistema de gestão da qualidade para o projeto, desenvolvimento, produção, instalação e serviços aplicáveis a produtos para as indústrias do petróleo, gás natural e petroquímica.
Origem: 50:000.02-001
Palavras-chave: Gestão. Qualidade. Petróleo. Gás natural - 29 páginas