Página Inicial  
 
  Conheça a ABNT
  Conselho
  Normalização
  Informações Tecnológicas
  Certificação
  Cursos
  Feiras & Eventos
  Imprensa
  Perguntas mais frequentes
 

Cursos / Eletricidade / Parte I -5410
Cursos / Eletricidade / Parte I -5410

   

Instalações elétricas de baixa tensão I - ABNT NBR 5410:2004Proteção e segurança


Público alvo:

O curso é dirigido a engenheiros, técnicos e demais profissionais responsáveis por projetos e obras de instalações elétricas. É útil também aos profissionais envolvidos com manutenção elétrica que necessitem especificar materiais e equipamentos elétricos, assim como gerenciar ou fiscalizar instaladoras e projetistas.

 

Objetivo:

Transmitir e exercitar os procedimentos da norma NBR5410, com foco na proteção e segurança das instalações, de forma a serem evitados choques elétricos fatais e aquecimentos perigosos. É abordada a especificação completa de quadros terminais de distribuição, respectivos alimentadores e as exigências de segurança da NR 10. O curso capacita os participantes a atenderem às exigências legais, pois uma instalação projetada e construída de acordo com a NBR5410 estará atendendo o código de defesa do consumidor e o código de edificações.

 

Pré-requisitos:

De forma geral, os pré-requisitos constarão da apostila, sendo desejáveis conhecimentos básicos de eletrotécnica, ou do capítulo “eletrodinâmica” da física, relativos à resolução de circuitos em CC e CA.

 

Conteúdo programático:

1. Dimensionamento de circuitos e coordenação da proteção contra sobrecarga e curtos - circuitos

1.1. Tipos de alimentação e aplicações: 3F+N estrela, 3F+N delta, 2F+N;

1.2. Cálculo da corrente de projeto Ib para cargas típicas de edificações: iluminação (incandescente, fluorescente, vapor metálico, etc..), tomadas de uso geral, tomadas de uso específico, tomadas de área de serviço, chuveiros, ar condicionado, equipamentos monofásicos e trifásicos em geral;

1.3. Fatores aplicáveis: agrupamento, considerando o carregamento dos cabos, e temperatura, considerando regime de trabalho;

1.4. Maneiras de instalar, tipos de cabos, tipos de isolações e tabelas de capacidade de condução de corrente;

1.5. Especificação dos condutores fase, neutro e PE (terra);

1.6. Especificação do neutro em presença de harmônicas;

1.7. Proteção contra sobrecarga coordenada com o condutor;

1.7.1. Parâmetros de fusíveis e disjuntores;

1.7.2. Curvas de disparo de disjuntores para quadros terminais;

1.7.3. Prescrições da norma;

1.8. Cálculo da corrente de curto-circuito por tabelas práticas e proteção contra curto-circuito coordenada com o condutor;

1.8.1. Determinação das correntes de curto em residências;

1.8.2. Determinação das correntes de curto em prédios alimentados por rede aérea e subterrânea;

1.8.3. Determinação das correntes de curto em shoppings e indústrias;

1.8.4. Prescrições da norma;

1.9.  Verificação da queda de tensão por tabelas práticas;

1.10. Resolução de problemas práticos;

1.10.1. Especificação de cabos e proteções de circuitos terminais de residências: iluminação, tomadas, áreas de serviço, chuveiros e torneiras, equipamentos especiais: micro-ondas, secadores, etc;

1.10.2. Especificação de cabos e proteções de circuitos terminais de edificações comerciais;

1.10.3. Comparação fusíveis x disjuntores para sobrecarga e curto.

2. Planta baixa e esquema elétrico das instalações elétricas: entrada e distribuição de energia elétrica

2.1. Representação das cargas elétricas com respectivos dutos, eletrodutos, fiação e proteção;

2.2. Documentação das instalações:  exigências da NR 10, memorial descritivo e simbologia;

2.3. Análise de plantas reais executadas em CAD;                                            

2.3.1. Planta baixa das instalações elétricas de residência (desenho técnico tamanho A0);

2.3.2. Esquema do quadro de distribuição de residência, documentação de cargas, cálculo de demanda e simbologia ABNT (desenho técnico tamanho A0).

3. Choque elétrico fatal em baixa tensão, dispositivos de proteção DR e respectivas aplicações

3.1. Efeitos da corrente elétrica no corpo humano: choque brando e choque fatal em baixa tensão;

3.2. Alteração da resistência elétrica do corpo humano em condição de pele molhada ou suada;

3.3. Curvas IEC de suportabilidade de corrente para o corpo humano;

3.4. Valores IEC de resistências do corpo humano considerando as resistências de contato;

3.5. Funcionamento do dispositivo DR, proteção contra choques fatais, correntes: de carga e diferencial-residual;

3.6. Acidentes comuns em baixa tensão: eletrocussão no chuveiro, na lavagem de cozinhas e galpões, em jardins externos em dias chuvosos, em locais de bombas d’água;

3.7. Análise de casos práticos, onde o dispositivo DR salva vidas humanas: circuitos elétricos equivalentes e cálculos das correntes de carga e das correntes no corpo humano;

3.8. Dispositivos DR para proteção contra incêndio: detecção de correntes de fuga;

3.9. Obrigatoriedade da utilização do dispositivo DR;

3.10. Teste do DR: especificação de resistências com valores comerciais para simulação de corrente de fuga;

3.11. Teste do DR: procedimentos sugeridos pela ABNT NBR 5410.

4. Dimensionamento e aplicação de condutos elétricos

4.1. Instalação dos circuitos conforme NR 10;

4.2. Condutos para instalações de baixa potência: eletrodutos, eletrocalhas, perfilados, canaletas aparentes, rodapés;

4.2.1. Prescrições da norma;

4.2.2. Critérios para dimensionameneto;

4.3. Excessivo número de circuitos em condutos:  alteração da capacidade de corrente dos cabos;

4.4. Caso prático de circuitos de iluminação em eletrocalha: dimensionamento completo de condutores, proteção e calha;

4.4.1. Análise de 30 circuitos em uma eletrocalha;

4.4.2. Análise de 30 circuitos em 2 eletrocalhas, cada uma com 15 circuitos;

4.5. Condutos para instalações de alta potência: leitos, bandejas, canaletas em piso, dutos;

4.5.1. Prescrições da norma;

4.5.2. Critérios para dimensionamento;

4.6. Circuitos instalados de forma aparente: exigências;

4.7. Tipos de materiais utilizados em condutos.

5. Esquemas de aterramento 

5.1. Recomendações da NR 10 relativas ao aterramento;

5.2. Cálculo das correntes de falta fase-terra e respectivas diferenças de potenciais perigosas, para casos reais, com os esquemas de aterramento TT, TN-S, TN-C, IT;

5.3. Análise de choque fatal provocado por falta de aterramento;

5.3.1. Carga típica de instalação elétrica com e sem o cabo PE;

5.3.2. Montagem e solução do circuito elétrico equivalente com e sem o cabo PE;

5.3.3. Conclusão sobre o perigo de choque com e sem o cabo PE;

5.4. Segurança provida por esquema TT combinado com dispositivo DR;

5.5. Segurança provida por esquema TN combinado com dispositivo DR;

5.6. Obrigatoriedade do DR e casos onde não é recomendado;

5.7. Ligações de equipotencialização nos sistemas TT, TN e IT;

5.8. Dispositivos supervisores de falta à terra para esquema IT;

5.9. Vantagens e desvantagens para cada esquema de aterramento;

5.10. Esquemas recomendados para: residências, prédios de pequeno, médio e grande porte, indústrias, hospitais.

 

6. Quadros de distribuição terminais: especificação de disjuntores, respectivos cabos e diagramas

6.1. Cálculo da demanda;

6.2. Especificação do alimentador e respectiva proteção;

6.2.1. Proteção contra sobrecarga;

6.2.2. Proteção contra curto;

6.2.3. Verificação da queda de tensão;

6.3. Prescrições da NR 10 para quadros de distribuição: barra terra, barra neutro, chapa isoladora protetora dos barramentos, montagem da fiação;

6.4. Utilização de quadros trifásicos (3F + N) e quadros monofásicos (2F + N);

6.5. Especificação do dispositivo DR e respectivos locais dentro do quadro: na entrada ou em barras especiais;

6.6. Problemas práticos: análise dos quadros reais e alimentadores, apresentados conforme item 2.

 

 7. Instalações específicas em extra - baixa tensão de segurança

Medidas de segurança em instalações específicas: utilização de extra-baixa tensão de segurança de 12 V, sistemas SELV e PELV, equipotencialização e dispositivos DR. Conceitos de volumes de proteção.

7.1. Chuveiros;

7.2. Banheiras;

7.3. Piscinas;

7.4. Circuitos externos de jardim;

7.5. Lâmpadas de natal em árvores;

7.6. Saunas;

7.7. Salas de ginástica;

7.8. Obrigatoriedade da extra - baixa tensão;

7.8. Projeto completo de iluminação sub - aquática em extra - baixa tensão de 12v. 

 

Carga horária: 

32 h, 4 dias das 8 h 30 às 17 h 30, sendo a prova de capacitação (com consulta) no último dia às 15 h.

 

 

Material didático fornecido:

- Norma ABNT NBR 5410:2004 e regulamento NR-10 

- Apostila com conceitos e problemas práticos

- Gabarito dos problemas práticos propostos

- Desenhos técnicos em formato A0 de projetos reais para análise

- Modelo de memorial descritivo conforme exigido pela NR-10

- Slides com tabelas práticas, dados de materiais elétricos, ilustrações e fotos

 

Incluso:

Certificado de participação

Certificado de aproveitamento (mediante realização de prova com consulta à norma e à apostila)

NOTA: tendo o participante obtido os certificados de aproveitamento em Instalações I, II, III, será fornecido o certificado de “capacitação em instalações elétricas”

Coffe-break

 

Observação:

O aluno deverá trazer calculadora, caderno.


Local:

São Paulo – Av. Paulista, 726 – 10º andar - Bela Vista

Investimento:
Sócios da ABNT - R$ 1.400,00
Não sócios - R$ 1.750,00

 

Datas:

São Paulo -   24, 25, 26 e 27 de setembro

  

Mais informações sobre pagamentos e política de descontos clique aqui