Página Inicial  
 
  Conheça a ABNT
  Conselho
  Normalização
  Informações Tecnológicas
  Certificação
  Feiras & Eventos
  Cursos
  Imprensa
  Perguntas mais frequentes
 
ABNT lançará, em março, a norma para vestuário masculino


Em breve, as confecções brasileiras poderão adotar a nova norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para as roupas masculinas. O Projeto de Norma 17:700.0-004, Vestuário – Referências de medidas do corpo humano – Vestibilidade para homens de tamanhos de corpo tipo normal, atlético e especial  ficou em Consulta Nacional, para apreciação da sociedade, até o dia 6 de fevereiro.  No próximo passo, as contribuições recebidas serão analisadas pelos membros do Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário (ABNT/CB-17) e, se não forem necessárias alterações, o documento será liberado para publicação.

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) responde pela Secretaria Técnica do ABNT/CB-17, que tem a participação das seguintes entidades: Associação Brasileira das Indústrias de Nãotecidos e Tecidos Técnicos (Abint); Associação Brasileira de Produtores de Fibras Artificiais e Sintéticas (Abrafas); Associação Brasileira do Vestuário (Abravest); Associação Brasileira das Indústrias de Tapetes e Carpetes (Abric); Sindicato das Indústrias do Vestuário (Sindivest); Sindicato da Indústria do Vestuário Masculino (Sindiroupas); Sindicato da Indústria de Especialidades Têxteis do Estado de São Paulo (Sietex) e Sindicato das Indústrias Têxteis de São Paulo (Sinditêxtil – SP).

Mesmo que apenas uma das entidades apresente à ABNT a demanda por determinada norma,  o mérito do trabalho é atribuído a todos os membros do Comitê, que participam de reuniões e atuam em todas as etapas do processo. Foi assim com a primeira norma técnica de vestibilidade, a ABNT NBR 15800:2009, sobre vestuário para bebê e infanto-juvenil. Agora as atenções estão voltadas para as roupas masculinas, cujas etiquetas poderão indicar medidas do corpo ao qual a peça se destina, além da grade tradicional em números ou letras: 42, 44, P, M, GG etc.

A norma é de uso voluntário e deverá auxiliar as confecções, principalmente as micro e pequenas empresas, no desenvolvimento de seus produtos visando a um maior acesso ao mercado, não significando qualquer restrição à criatividade dos modelistas. A superintendente do ABNT/CB-17, Maria Adelina Pereira, acredita que as confecções vão adotar o nosso sistema, que beneficia produtores e consumidores. “A norma promove a qualidade e a confiança porque, entre outros aspectos, reduzirá a necessidade de troca de artigos por incompatibilidade de tamanhos, o que causa decepção ao consumidor e problemas ao lojista”, justifica a superintendente, que neste ano começa a coordenar a elaboração da norma para roupas femininas.

A ABNT - A ABNT - A ABNT é o Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo governo federal por meio de diversos instrumentos legais. Entidade privada e sem fins lucrativos, a ABNT é responsável pela publicação das Normas Brasileiras (NBR), elaboradas por seus Comitês Brasileiros (ABNT/CB), Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS) ou Comissões de Estudo Especiais (ABNT/CEE). Atualmente, a ABNT reúne mais de 160 comitês técnicos e mantém um acervo com cerca de 9 mil normas.

Contatos com a imprensa:
Denise Lima – 11 9611.7381 – denise.lima@abnt.org.br
Oficina da Palavra – 11 3289.2139
Visite: www.abnt.org.br; www.abnt.org.br/catalogo e www.abnt.org.br/consultanacional
Acompanhe a ABNT:  Facebook (Abnt Normas Técnicas) e Twitter (@abntoficial)