A participação no processo de normalização é aberta a qualquer parte interessada e pode ser feita de diversas formas:

  • Solicitando a elaboração de um Documento Técnico ABNT – Qualquer pessoa pode demandar a elaboração de um Documento Técnico ABNT, para problemas existentes ou potenciais, que sejam recorrentes em diversas empresas. Para isto, deve encaminhar uma solicitação à Gerência de Planejamento e Projetos, preenchendo o Formulário de Demanda (https://goo.gl/PbqaB6).

    Destacamos que os Documentos Técnicos ABNT ficam disponíveis para que qualquer interessado possa desenvolver o mesmo produto, sistema ou processo. Dessa forma, não é possível elaborar Documentos Técnicos ABNT para produtos patenteados.
  • Participando da elaboração de uma Norma Brasileira – Os representantes das partes interessadas no assunto em questão podem participar das reuniões das Comissões de Estudo (CE) responsáveis pela elaboração ou revisão da Norma. Basta solicitar sua participação na Comissão de Estudo pelo link (https://www.abntcatalogo.com.br/ssl/login.aspx). Os trabalhos das Comissões de Estudo podem ser acompanhados pelo ABNT Livelink (https://isolutions.iso.org).

    É possível entrar em contato direto com os Comitês Técnicos de seu interesse pelos e-mails e telefones disponíveis na listagem presente em http://www.abnt.org.br/normalizacao/comites-tecnicos.
  • Fazendo recomendações aos Projetos de Norma – Quando a CE aprova o Texto-Base, este é adequado e editorado como Projeto de Norma e é disponibilizado em Consulta Nacional. Nesta fase, qualquer pessoa pode recomendar a aprovação ou desaprovação do texto, ou sugerir modificações. A Consulta Nacional pode ser acessada pelo site www.abnt.org.br/consultanacional.

  • Revisitando o conteúdo das Normas Brasileiras – Todos os anos, as Normas Brasileiras que completaram cinco anos de publicação têm seu conteúdo analisado em um processo chamado Análise Sistemática. Neste momento é feita uma Consulta Nacional específica à sociedade, para avaliar a necessidade de tais normas serem revisadas, mantidas ou canceladas, pelo site www.abnt.org.br/consultanacional.