O design e as cores empregadas no mobiliário de casa também podem ser utilizados para modernizar os móveis do escritório, que cada vez mais acompanham as tendências do mercado unindo conforto, segurança e praticidade.

As cadeiras para escritórios, sendo modelos novos e arrojados ou mais conservadores e simples, devem oferecer  resistência, mobilidade e permitir ajustes para a boa postura do usuário. Para especificar as características físicas e dimensionais e classificar as cadeiras foi criada a  norma ABNT NBR 13962: 2006 – Móveis para escritório – Cadeiras – Requisitos e métodos de ensaio, que também estabelece  os procedimentos para a determinação da estabilidade, da resistência e da durabilidade de cadeiras de qualquer material, exceto longarinas e poltronas de auditório e cinema.

O Comitê Brasileiro de Mobiliário (ABNT/CB-15) é o responsável pela norma. Para mais informações sobre o processo de normalização do setor, entre em contato com o analista responsável, Guilherme Guelfi (gguelfi@abnt.org.br).