Os carrinhos de bebê vendidos no Brasil terão de obedecer a um novo padrão de qualidade. A pedido do Comitê Brasileiro de Avaliação da Conformidade (CBAC) e do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) vai revisar a norma brasileira para a fabricação do produto, ABNT NBR 14389:1999 - Segurança de carrinhos para crianças .

Com a nova regra, o Inmetro irá testar todas as marcas e ainda poderá desenvolver um programa de certificação compulsória para os carrinhos- exigindo que todos os modelos tenham o selo do órgão. O objetivo é evitar que aconteçam acidentes com as crianças. O novo padrão será baseado na Norma Europeia (EN 1888) que deverá prever inúmeras inovações. A regulamentação européia tem mais de 50 páginas de requisitos, enquanto a brasileira, apenas 11 páginas.