Após parceria com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) uniformes escolares de quatro empresas seguem as normas para manter a qualidade dos produtos vendidos. Um dos objetivos do grupo de uniformes da Associação Brasileira do Vestuário (ABRAVEST) para padronizar as peças é reduzir a quantidade de artigos que encolhem, que perdem botões, que sofrem variações de cores e desbotam mesmo com pouco tempo de uso.  Os estudos para criação de um parâmetro para o setor começaram a ser feitos há cerca de um ano e meio e resultou na criação da norma ABNT NBR 15778:2009 - Uniforme escolar - Requisitos de desempenho e segurança.

A norma estipula, por exemplo, a resistência das peças à lavagem e ao suor, determina padrões para o encolhimento das roupas e parâmetro de segurança dos uniformes. Para estabelecer a norma, os fabricantes de tecidos e uniformes receberam uma consultoria do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e os uniformes escolares serão testados periodicamente pelos laboratórios Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).