Empresas, instituições, profissionais e pesquisadores ligados à indústria da construção civil já podem ter acesso a mais de 100 normas técnicas editadas pelo Comitê Brasileiro da Construção Civil. Fruto de um contrato entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), foi disponibilizado o Catálogo de Normas da ABDI-ABNT, com desconto de 80% no valor. No portal, também estão disponíveis normas e tabelas aplicáveis à tecnologia Building Information Modeling (BIM).

“A proposta é democratizar e ampliar o acesso das empresas e profissionais, não só ao acervo normativo da construção civil em geral, mas também com foco no BIM, que é uma nova metodologia de modelagem virtual de componentes, elementos e sistemas, essencial para a industrialização da construção”, explicou a gerente de Desenvolvimento Produtivo e Tecnológico da ABDI, Cynthia Mattos.

Com 113 normas disponíveis, sendo 104 da construção e 9 referentes ao BIM, o portal já teve mais de 500 downloads. Uma das normas mais procuradas no Catálogo é a ABNT NBR 10152:2017, atualizada em novembro do ano passado, e que regulamenta os níveis de ruído compatíveis com o conforto acústico. Obras de hospitais, escolas, escritórios, shopping centers, aeroportos e terminais rodoviários e ferroviários estão na lista dos ambientes que devem atender às diretrizes definidas pela norma.

Há mais de cinco anos, a ABDI e a ABNT mantêm parceria para facilitar o acesso a normas técnicas da construção civil. No biênio 2013/2014, foram disponibilizadas 48 normas aplicáveis à construção civil e outros setores, como Bens de Capital (BK), Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), além do BIM. Ao todo, foram registrados mais de três mil downloads das normas e cerca de dez mil visualizações.

Para ter acesso às normas técnicas, basta acessar o site, fazer o cadastro e efetuar o  pagamento de apenas 20% do valor total do documento requerido.

BIM

O Building Information Modeling (BIM) é uma metodologia de modelagem virtual parametrizada dos componentes e sistemas aplicados em uma edificação. Segundo a coordenadora de Difusão Tecnológica da Agência, Talita Daher, o BIM permite maior exatidão nas informações do projeto, com uma consequente redução de prazos e custos, simulações e correções prévias à construção.

“Além disso, a tecnologia BIM promove maior transparência e controle de toda informação física, financeira e de desempenho do empreendimento em todo o seu ciclo de vida. É uma tecnologia essencial para elevar a produtividade do setor da construção civil”, ressaltou a coordenadora.

Para acessar o Catálogo de Normas clique aqui.


Fonte: ABDI