Teve início hoje, a Semana ISO 2018 (ISO Week 2018), que acontece de 24 a 28 de setembro, em Genebra, Suíça. Será uma semana de intensos trabalhos, reuniões e workshops, que se finalizará com a Assembleia Geral da ISO.

Este ano, o tema é "Normas Internacionais - avançando na agenda global". Trata-se de uma oportunidade ímpar de compartilhar conhecimento, inovar e refletir sobre como as Normas Internacionais podem tornar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável uma realidade.

Desafios como mudança climática, poluição e pobreza não param nas fronteiras. Muitos desses desafios foram incluídos na Agenda de Desenvolvimento das Nações Unidas 2030 com seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Ratificada por governos em todo o mundo, foram estabelecidas metas ambiciosas para os próximos 12 anos. Como uma organização fundada na ideia de ajudar as pessoas a trabalhar juntas através das fronteiras nacionais, tecnológicas, econômicas e sociais, o papel da ISO é claro. Ao fornecer um roteiro para os formuladores de políticas, empresas e instituições, as Normas Internacionais podem ajudar a alcançar um futuro mais sustentável.

"A Semana ISO 2018 é o ponto de partida perfeito para mapear essa jornada, porque o poder da normalização está na diversidade e na experiência de nossos membros. Estamos ansiosos para o evento, pois reconhecemos e respeitamos as coisas que temos em comum em nossa busca por soluções inovadoras. Melhorar a qualidade de vida de uma população global em constante crescimento, depende de novas tecnologias e novas formas de pensar. As normas apoiam a inovação e atuam como uma base sólida sobre a qual novos desenvolvimentos podem ser construídos", afirmou John Walter, presidente da ISO.

"A Agenda 2030 é definida por metas de desenvolvimento sustentável que são de alcance amplo e ambiciosas em termos de prazo: restam apenas 12 anos para resolvermos alguns dos problemas mais espinhosos do mundo. Normas usadas ​​em todos os lugares podem nos mover para muito mais perto", disse Sérgio Mujica, secretário-geral da ISO.

Réseau Normalisation et Francophonie (Rede de Normalização dos Países de Língua Francesa)

Hoje pela manhã, o assessor de Tecnologia da Informação da ABNT, Nelson Al Assal apresentou, durante a reunião da Rede de Normalização dos Países de Língua Francesa, o papel estratégico do uso da tecnologia da informação no desenvolvimento dos organismos nacionais de normalização. Essa apresentação possibilitará colaboração ampla com os organismos africanos de língua francesa. A ABNT esteve representada também pelo vice-presidente do Conselho Deliberativo, Mário William Esper, pelo diretor de Relações Externas, Carlos Santos Amorim Jr. e pela analista de Relações Internacionais, Thalita Romano.


 

 

Reunião Devco

A delegação da ABNT, representada pelo vice-presidente do Conselho Deliberativo, Mário Willaim Esper; pelo diretor-geral, Ricardo Fragoso e pelo diretor de Relações Externas, Carlos Santos Amorim Jr. participou da reunião plenária do Devco. O Devco é um Comitê assessor criado para identificar as necessidades de normalização dos países em desenvolvimento. Apoia os países em desenvolvimento em questões de normalização, identificando necessidades e recomendando ações para ajudá-los, por exemplo, por meio de assistência técnica e treinamento. A assistência técnica e o treinamento se concentram em muitos assuntos, incluindo o papel das normas no desenvolvimento econômico, no desenvolvimento de normas e na avaliação da conformidade.

Este Comitê se reúne anualmente para analisar as necessidades e avaliar o progresso. Realiza sessões de break-out em conjunto com a reunião anual para abordar assuntos de particular interesse para os países em desenvolvimento. As sessões anteriores concentraram-se em tópicos como a normalização como um componente da infraestrutura nacional de qualidade, o aumento da participação dos países em desenvolvimento no processo de normalização e a cooperação regional na normalização e assuntos relacionados.

 

Mário William Esper, Ricardo Fragoso e Carlos Santos Amorim Jr.

 

Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

A diretoria executiva da ABNT também participou do encontro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que possuem organismos nacionais de normalização.

Participaram desse encontro os representantes da ABNT, os representantes do Instituto Nacional de Normalização e Qualidade de Moçambique (INNOQ), Sr. Alfredo Filipe Sitoe, diretor e Sr. Arlindo Jorge Mucone, chefe do departamento de Normalização e o representante do Instituto Angolano de Normalização e Qualidade (IANORQ), Sr. António Ribeiro, diretor-geral.



Arlindo Jorge Mucone, Carlos Santos Amorim Jr., Alfredo Filipe Sitoe, Ricardo Fragoso, Mário William Esper e António Ribeiro.

 

 Assembleia Geral da ISO

A Assembleia Geral da ISO teve seu início focada no tema central deste ano "Normas Internacionais - avançando na agenda global". A delegação brasileira foi composta pelo vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABNT, Mário Willian Esper; pelo diretor-geral, Ricardo Fragoso; pelo diretor de Relações Externas, Carlos Santos Amorim Jr.; pelo assessor de Tecnologia da Informação, Nelson Al Assal, e pela analista de Relações Internacionais, Thalita Romano.

Durante a reunião foi entregue o Prêmio Lawrence D. Eicher, que reconheceu a excelência e inovação no desenvolvimento do trabalho técnico da comissão do ISO / TC8 - Ships and marine technology, secretariado pelo Standardization Administration of China (SAC).



Mesa de abertura da AG da ISO.

 

Delegação brasileira ABNT.

 

Entrega do Prêmio Lawrence D. Eicher.

 

Acordos assinados

Em meio às reuniões, a ABNT aproveitou a oportunidade para assinar um acordo com o Standards Council of Canada (SCC), visando evitar possíveis barreiras técnicas aos comércio entre Brasil e Canadá.

 

"Consideramos essa cooperação entre a ABNT e o SCC como um primeiro passo importante nas negociações bilaterais entre o Brasil e o Canadá, pois as normas são uma ferramenta para a facilitação do comércio e também ajudam a evitar barreiras técnicas”, destacou Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT.

 


Chantal Guay, diretora executiva do SCC e Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT.

 


Da esquerda para a direita: Mário William Esper, vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABNT; Chantal Guay, diretora executiva do SCC; Ricardo Fragoso, diretor-gerald a ABNT e Mkabi Walcott, vice-presidente de Normas e Relações Institucionais do SCC.


Parceria de trabalho

A ABNT e os representantes da International Telecommunication Union (ITU), Sra. Alexandra Gaspari, coordenadora do Programa de Normalização dasTelecomunicações e o Sr. Chaesub Lee, diretor fizeram uma reunião para tratar sobre em quais áreas podem trabalhar em conjunto. Na oportunidade foi avaliada a possibilidade da ITU fazer uma apresentação na ABNT, falando sobre suas áreas de atuação.

 

Da esquerda para a direita: Carlos Santos Amorim Jr, diretor de Relações Externas da ABNT; Alexandra Gaspari, coordenadora do Programa de Normalização dasTelecomunicações da ITU; Thalita Romano, analista de Relações Internacionais da ABNT; Mário William Esper, vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABNT; Sr. Chaesub Lee, diretor da ITU e Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT.


Acordo com a Espanha

A ABNT também assinou um acordo de cooperação com o Organismo de Normalização da Espanha (UNE).

Mário William Esper, vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABNT; Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT e Javier García, diretor-geral da UNE.


Conselho da ISO

Durante a Assembleia Geral foram anunciados os países eleitos para o Conselho da ISO. O Brasil (ABNT) continuará e teve a melhor votação entre os países membros. Os grupos eleitos foram:

Grupo 2:

ABNT (Brasil) e UNE (Espanha) por mais dois anos adicionais (termos iniciais terminam em 2019 e foram nomeados para 2020 e 2021).;

SIS (Suécia) por mais um ano adicional (termo inicial termina em 2019 e foi nomeada para 2020);

Grupo 3:

IRAM (Argentina) e SASO (Arábia Saudita) por mais um ano adicional (termos iniciais terminam em 2020 e foram nomeados para 2021);

Grupo 4:

HZN (Croácia) por mais dois anos adicionais (termos inicias terminam em 2019 e foram nomeados para 2020 e 2021).

Na ocasião, a diretoria executiva da ABNT aproveitou para saudar o novo presidente eleito da ISO, que será anunciado em 2019 e assumirá em 2020, Edward Njoroge.

Carlos Santos Amorim Jr., diretor de Relações Externas da ABNT; Mário William Esper, vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABNT; Edward Njoroge, presidente eleito da ISO e Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT.