Foi realizada ontem (16/10), a cerimônia em comemoração aos 50 anos do Comitê Brasileiro de Transportes e Tráfego (ABNT/CB-016), nas instalações da Associação Nacional de Transportes de Cargas & Logística (NTC), que faz a secretaria técnica do Comitê.

O ABNT/CB-016 é responsável pela Normalização no campo de transporte e tráfego compreendendo transporte de carga e de passageiros, sinalização viária, pesquisa de tráfego e comportamento no trânsito, no que concerne a terminologia, requisitos, métodos de ensaio e generalidades.

Nestes 50 anos, o ABNT/CB-016 tem buscado desempenhar seu papel como normalizador de produtos e serviços fornecidos por seu setor. O Comitê reúne renomados especialistas do segmento de transportes e tráfego, que compartilham seu conhecimento e experiência no mercado, resultando na publicação de 187 normas técnicas, das quais 98 encontram-se em vigor.

Em 1984, o ABNT/CB-016 realizou seu primeiro evento, o Congresso Normat, que visava difundir a normalização e fomentar o desenvolvimento tecnológico setorial. Outras iniciativas desse tipo ocorreram, direcionadas para vários segmentos do setor.

O superintendente Hélio Antonio Moreira comenta que o crescimento da abrangência técnica e da importância do trabalho normativo do Comitê foi tamanho, que suas normas foram referenciadas em algumas legislações. Estão entre elas o Decreto Federal nº 96044, de 1988, que aprovou o Regulamento para o Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos e suas instruções complementares, Resoluções da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Portarias do Inmetro para o segmento de transporte, e o Código de Trânsito Brasileiro, de 1997, para o segmento de tráfego.

Muitos outros órgãos públicos manifestaram seu reconhecimento à relevância da normalização do setor de transportes e tráfego, como comprovam referências em resoluções, portarias, regulamentos e manuais da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

"Passamos, inclusive, a compor a Câmara Temática de Engenharia de Tráfego, da Sinalização e da Via do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), assim como a Comissão de Estudos e Prevenção de Acidentes no Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos da Secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo”, ressalta o superintendente. Além disso, o Denatran, em sua Resolução nº 716, de 2017, que estabelece o Programa de Inspeção Técnica Veicular, faz referência às normas elaboradas pelo ABNT/CB-016.

“Com o passar dos anos, os órgãos públicos começaram a utilizar as Normas Brasileiras e abdicaram de suas próprias”, afirma Moreira. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), órgão responsável pela malha rodoviária nacional, por exemplo, está lançando um grande programa de sinalização (BR Legal) e, em audiência pública, enfatizou a recomendação para que todos os materiais a serem empregados na sinalização e dispositivos auxiliares de segurança viária atendam às normas da ABNT.

Para potencializar o seu trabalho, o Comitê adotou a normalização internacional, com a publicação da ABNT NBR ISO 39001:2015 - Sistemas de gestão da segurança viária (SV) - Requisitos com orientações para uso. O lançamento da norma ocorreu em Brasília, com a participação de representantes de 11 países (membros do ISO/TC-241), como instrumento de apoio à Década de Redução de Acidentes.

“Poderíamos ainda listar tantos outros acontecimentos, conquistas e até mesmo curiosidades, afinal, são 50 anos de trabalho que, com certeza, conferem ao ABNT/CB-016 um lugar na história da segurança viária do nosso país, por melhorar as premissas de segurança e proteção da vida humana no trânsito e transporte”, conclui Moreira.

 

Durante a comemoração, o diretor-geral da ABNT, Ricardo Fragoso e o diretor de Relações Externas, Carlos Santos Amorim Jr. entregaram uma homenagem ao atual superintendente, Sr. Hélio Antonio Moreira e também ao primeiro superintendente do ABNT/CB-016, no período de 1985 a 1987, Sr. kamal Jean Charles Nahas. O analista técnico da ABNT Rafael Ramos, responsável por coordenar as atividades do ABNT/CB-016 também foi homenageado.


Várias autoridades marcaram presença, dentre elas o secretário de Logistica e Transportes do Estado de São Paulo, Sr. Mário Mondolfo; o superintendete de Educação da CET-SP, Sr. Luiz E. Pesce de Arruda, representando o Sr. João Octaviano Machado Neto (Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo) e o vice-presidente de galvanização da Associação Brasileira da Construção Metálica (Abcem), Sr. Ulysses Barbosa Nunes.

Confira em nosso canal do Youtube, a apresentação feita pelo ABNT/CB-016.

 

cb166okRicardo Fragoso, diretor-geral da ABNT, Hélio Antonio Moreira, superintendente do ABNT/CB-016 e Carlos Santos Amorim Jr., diretor de Relações Externas das ABNT.

 

cb162okHélio Antonio Moreira, superintendente do ABNT/CB-016 e Rafael Ramos, analista técnico da ABNT.

 

cb167okkamal Jean Charles Nahas, primeiro superintendente do ABNT/CB-016 e Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT..

 

Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT; Luiz E. Pesce de Arruda, superintendete de Educação da CET-SP  e Carlos Santos Amorim Jr., diretor de Relações Externas da ABNT.

 cb163ok

Mário Mandolfo, secretário de Logistica e Transportes do Estado de São Paulo.

 

cb165okRicardo Fragoso, diretor-geral da ABNT em discurso.

 

cb169Ulysses Barbosa Nunes,  vice-presidente de galvanização da Abcem; Carlos Santos Amorim Jr., diretor de Relações Externas da ABNT;  Hélio Antonio Moreira, superintendente do ABNT/CB-016 e Ricardo Fragoso, diretor-geral.da ABNT.

 

cb168