Não bastassem as tragédias que aconteceram neste início de ano, ontem (19), dois prédios foram esvaziados pelos bombeiros por ameaça de desabamento, na região do Morumbi, em São Paulo.

Graças à Deus nenhuma tragédia aconteceu, porém os moradores informaram que já existe um processo correndo na justiça contra a construtora, por rachaduras que apareceram em 2015 na garagem.

Resultado: todos os moradores tiveram que ir para casas de parentes ou hotéis próximos e só saberão se serão liberados para voltar para suas casas após perícia de um engenheiro especializado.

Em 2013, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou a norma ABNT NBR 15575 – Desempenho – Parte 1 – Requisitos gerais, elaborada pelaComissão de Estudo de Desempenho de Edificações (CE-02:136.01), que pertence ao Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB-002). Esta parte da norma estabelece os requisitos e critérios de desempenho aplicáveis às edificações habitacionais, como um todo integrado, bem como a serem avaliados de forma isolada para um ou mais sistemas específicos. Ela contém ainda mais cinco partes:

— Parte 2: Requisitos para os sistemas estruturais;

— Parte 3: Requisitos para os sistemas de pisos;

— Parte 4: Requisitos para os sistemas de vedações verticais internas e externas – SVVIE;

— Parte 5: Requisitos para os sistemas de coberturas;

— Parte 6: Requisitos para os sistemas hidrossanitários.

A ABNT NBR 15575 empenha-se em atender as exigências dos usuários ao longo dos anos, dando uma importância à habitabilidade e à duração da qualidade da edificação, não considerando, apenas, a fase construtiva, mas todo seu uso. Nesse sentido, todos os participantes do processo de construção, compra e utilização estão inseridos e têm suas responsabilidades: projetistas, fornecedores de material, construtores, incorporadores e clientes.

ABNT/CB-002

O Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB-002) é o responsável pela Normalização no campo da construção civil, no que concerne a edificações, compreendendo: terminologia; projeto de estruturas, independente do material da construção; organização de informações de projeto e construção; requisitos geométricos gerais para construção e elementos construtivos, incluindo coordenação modular e seus princípios básicos regras gerais para juntas, limites e tolerâncias; regras gerais para outros requisitos de desempenho de construção e sistemas construtivos incluindo a coordenação destes com os requisitos de desempenho; projeto de ambiente interno de novos edifícios e modernização de existentes visando a sustentabilidade (incluindo conservação de energia e eficiência energética). Ambiente interno inclui fatores térmicos, acústicos e visuais e qualidade de ar; projeto e execução de obras e serviços da construção, visando a segurança de trabalhadores; gerenciamento e custos da construção, incluindo estudos de viabilidade, orçamentos, organização do empreendimento, contratação, recebimento de obras e serviços; manutenção de edificações incluindo elaboração de manuais de uso e avaliação pós-ocupação. 

Para mais informações, entre em contato com a Assessoria de Imprensa.

Assessoria de Imprensa

Monalisa Zia
imprensa@abnt.org.br
11 3017.3660