Como as normas técnicas ajudam a mudar a forma como produzimos e consumimos bens e recursos e preparamos o caminho para o consumo sustentável?
 
Reduzir nosso impacto ambiental, promover o uso de fontes renováveis de energia e incentivar decisões de compra responsáveis são apenas algumas das maneiras pelas quais as normas técnicas contribuem para o consumo e a produção sustentáveis.
 
Trabalhando em prol dessas metas, a norma ABNT NBR ISO 20400 Compras Sustentáveis - Diretrizes, ajuda as organizações a incorporar a sustentabilidade em sua função de compras. Também podemos contar com as normas elaboradas para rotulagem ambiental.
 
Estas normas fornecem princípios orientadores para o desenvolvimento e uso de rótulos ambientais e auto-declarações, bem como a preparação para programas de certificação de terceiros, que ajudam a validar alegações ambientais e, assim, incentivar os consumidores a fazerem melhores escolhas na hora da compra.
 
Além disso, está em curso uma nova norma internacional de desenvolvimento sustentável e responsabilidade social para o setor agroalimentar. A sustentabilidade também é altamente relevante quando se trata de construção. A norma ISO 15392 - Sustentabilidade na construção de edifícios - Princípios gerais, identifica e estabelece princípios gerais para a sustentabilidade em edifícios e outras obras de construção ao longo de todo o seu ciclo de vida, do início ao fim. Também apoiando escolhas de estilo de vida sustentável, a norma ISO 20245 - Comércio transfronteiriço de bens em segunda mão, estabelece critérios mínimos de triagem para bens comercializados entre países, ajudando a impulsionar este padrão de consumo alternativo, reduzindo o desperdício e o impacto ambiental.
 
Nós consumidores temos o dever de escolher produtos que utilizam menos recursos naturais em sua produção, que garantam o emprego decente aos que os produziram, e que sejam facilmente reaproveitados ou reciclados. Devemos comprar o que é realmente necessário, estendendo a vida útil dos produtos tanto quanto possível. A prática do consumo de maneira sustentável acontece quando as escolhas de compra são conscientes, responsáveis com a compreensão de que terão consequências ambientais e sociais, positivas ou negativas.