Da esquerda para a direita: Roberto Silva Santos, Odilão Baptista Teixeira, Carlos santos Amorim Jr., Ricardo Fragoso, Mário William Esper, José Augusto Viana Neto, Sérgio Sobral, e de Luiz Fernando Pinto Barcellos.
Créditos: CRECISP


Ricardo Fragoso, Mário William Esper e José Augusto Viana Neto.
Créditos: CRECISP

 

Da esquerda para a direita: Roberto Silva Santos, Sérgio Sobral, José Augusto Viana Neto, Mário William Esper, Ricardo Fragoso, Luiz Fernando Pinto Barcellos, Carlos Santos Amorim Jr. e Odilão Baptista Teixeira.
Créditos: CRECISP


Criar normas e tornar-se uma referência idônea em qualquer segmento. Esse é um dos princípios básicos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Por essa razão e com o intuito de estabelecer soluções que possibilitem a autodisciplina dos corretores no momento de realizarem a avaliação de imóveis, o Conselho regional de Corretores de Imóveis (CRECISP) assinou uma importante parceria com a ABNT.

A partir de agora, será elaborado um programa de normalização da avaliação imobiliária, abrangendo características que atendam as expectativas do mercado e de toda a sociedade.

O documento foi assinado pelo vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABNT, Mário William Esper, e pelo diretor-geral, Ricardo Rodrigues Fragoso. O presidente do CRECISP, José Augusto Viana Neto, firmou o acordo, acompanhado do diretor do Cofeci, Sérgio Sobral, e de Luiz Fernando Pinto Barcellos, vice-presidente adjunto de Avaliações, do Conselho. Os diretores da ABNT, Odilão Baptista Teixeira e Carlos Santos Amorim Júnior, e o gerente Roberto Silva Santos também participaram da solenidade.

Na visão de Esper, a união de esforços entre as duas entidades trará grandes avanços ao setor. “O desenvolvimento de normas específicas vai incrementar a atividade de avaliação. Por meio dessa parceria, teremos apoio, treinamento e capacitação e conseguiremos revisar essa norma antiga de perícias e avaliações, contemplando os corretores de imóveis.”

O vice-presidente da ABNT falou também sobre a confiança que esse acordo trará para a sociedade. “É um passo muito importante em prol da melhoria da produtividade, da segurança jurídica e do consumidor, que será atendido por um profissional certificado, que estará seguindo uma norma técnica acreditada pelo governo.”

O presidente Viana celebrou a parceria falando sobre a pacificação no mercado, no que se refere à valoração dos imóveis. “Existem inúmeras contestações na justiça que envolvem a questão do valor das propriedades. E, muitas vezes, os magistrados também encontram dificuldades ao analisarem o mérito dessas demandas, pela falta de conteúdo técnico relacionado. Com essa atualização das normas e a unificação de procedimentos que os corretores estarão autorizados a usar, haverá uma mudança muito positiva em nosso mercado.”

Viana também comentou a respeito da padronização do trabalho dos corretores. “As normas da ABNT já se consagraram como um selo de qualidade que diferencia produtos e serviços. Estamos certos de que isso vai valorizar ainda mais e trazer um reconhecimento ao profissional, destacando sua importância nessa cadeia produtiva do mercado imobiliário.”

Fonte: CRECISP