As normas técnicas são fundamentais para colaborar na redução das desigualdades dentro dos países e entre eles, pois abrangem responsabilidade social, proteção do consumidor, e saúde e segurança ocupacional, além de ajudar na quebra de barreiras técnicas ao comércio.
 
As sociedades mais desenvolvidas contam com um sistema complexo de qualidade e conformidade para garantir o funcionamento adequado do mercado, proteger a saúde e a segurança das pessoas e preservar o meio ambiente. Esse sistema é geralmente definido como national quality infrastructure (NQI) e refere-se a todos os aspectos de metrologia, normalização, testes, gerenciamento de qualidade, certificação e acreditação que influenciam a avaliação de conformidade.
 
Muitos países em desenvolvimento sofrem de um NQI fraco, que pode ser um grande impedimento para sua integração nos mercados regionais e globais, limitando as oportunidades oferecidas pelo comércio e dificultando sua capacidade de melhorar o bem-estar público em áreas vitais como saúde, segurança e proteção ambiental.
 
As normas técnicas internacionais contribuem para a redução das desigualdades, porque servem como uma linguagem comum que ajudam a derrubar barreiras ao comércio, promover a inovação e nivelar o campo de atuação para organizações de todos os tipos que desejam competir nos mercados nacional e internacional.
 
Um exemplo de norma técnica que ajuda as organizações a contribuírem diretamente para o ODS 10 é a ISO 26000, Orientação sobre responsabilidade social, que fornece diretrizes sobre como empresas e organizações podem operar de maneira socialmente responsável, o que inclui abranger os princípios de não discriminação e igualdade de oportunidades. Os principais assuntos e questões definidos pela norma compreendem direitos humanos, práticas trabalhistas, meio ambiente, práticas operacionais justas, questões do consumidor e envolvimento da comunidade.
 
#ABNT
#ODS10
#Responsabiliadesocial
#NaçõesUnidas
#Normastécnicas
Zoom Kobe Venomenon VI 6