A ABNT realizou no dia 25 de fevereiro, o webinar Ecoparques - Solução para o uso inteligente de resíduos sólidos urbanos no Brasil, que discutiu questões como a transformação de sucatas plásticas que saem do Ecoparque até se transformarem em produto final para uso do consumidor, destinação de resíduos urbanos e industriais via aproveitamento energético, Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e atribuições dos agentes do ciclo de vida dos produtos, economia circular e logística reversa.

Na abertura do evento, o presidente da ABNT, Mario William Esper destacou que é  imperiosa a atenção e prioridade ao meio ambiente urbano, visto que cerca de 80% da população brasileira vive em cidades gerando grande volume de consumo, o que resulta em quantidades elevadas de resíduos sólidos urbanos que, infelizmente, não possui gestão adequada, agravado pelo baixo índice de coleta seletiva. Essa gestão inadequada traz consequências danosas para o meio ambiente e para saúde das pessoas com contaminação do solo, do ar e recursos hídricos. Grande parte dos resíduos poderiam ser reaproveitados ou transformados em produtos de valor agregado, poupando recursos naturais, financeiros e emissões de gases do efeito estufa.

Esper ainda destacou que somente a normalização e a transparência das etapas dos processos relacionados poderá facilitar a estruturação deste modelo de negócio, trazendo segurança jurídica para que o mercado possa investir na criação de Ecoparques. “Essas normas serão fundamentais para contribuir de forma significativa com a Economia Circular, que consiste em transformar o resíduo de determinado setor em matéria-prima para outros setores da economia, permitindo assim, que os produtos e serviços retornem à natureza com menor impacto ambiental. Economia Circular é o tema de grande relevância no mundo atual, sendo sua normalização discutida no âmbito da ISO, com participação de mais de 70 países, onde o Brasil é membro e protagonista com ocupação de cargos importantes nesse comitê internacional”.

Para concretizar a realização do evento, foi anunciado pelo presidente da ABNT o start para o início da elaboração da norma brasileira sobre Ecoparques.

Os especialistas que participaram do webinar foram: Sr. Pedro Maranhão - Secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional; Dra. Mauren Lazzaretti - Presidente da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA) e Secretária de Meio Ambiente do Mato Grosso; Luis Felipe Dornfeld Colturato - Especialista em Resíduos e Biogás pelo projeto GEF Biogás Brasil e consultor da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO); Fabricio Soler - Professor, Consultor Jurídico do projeto GEF Biogás Brasil pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), e Consultor Jurídico da CNI; Bruno Igel - Managing Director da Wise S.A; Luiz Carlos Busato - Coordenador da Comissão Especial da ABNT responsável pela norma ABNT NBR 16849- Resíduos sólidos urbanos para fins energéticos — Requisitos; Thiago Carvalho Pinto - CEO e fundador da Eureciclo; Renato Muzzolon Junior, Engenheiro Ambiental do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA); Nelson Al Assal – diretor de normalização da ABNT; e Ricardo Fragoso, diretor-geral da ABNT.

Para conferir o evento na íntegra, clique aqui.

Para acessar as apresentações feitas, acesse abaixo: