A ABNT esteve em reunião, no último dia 30 de março, com a Ministra Damares Alves, do Minitério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e equipe para tratar sobre a importância da participação do gênero feminino na Normalização Brasileira e Internacional.

Representada pelo seu presidente Mario William Esper, pelo diretor-geral Ricardo Fragoso e equipe fez uma apresentação sobre o que está sendo realizado na International Organization for Standardization (ISO) para atender ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 5 – Igualdade de Gênero, que visa alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. Além disso, convidou o Ministério para se envolver em futuros projetos sobre o tema na ISO.

A Ministra também demonstrou interesse em saber mais sobre como as normas podem garantir a segurança das mulheres e crianças, ainda mais neste momento de pandemia, onde tem acontecido muitos acidentes domésticos. Ficou interessada também, em participar mais efetivamente da normalização, inclusive em outros assuntos, além da igualdade de gênero. A possibilidade de assinar um acordo de cooperação entre o Ministério e a ABNT também foi discutida, para que juntos possam incentivar a participação da mulher na normalização.

Recentemente, a ISO fez uma pesquisa em suas normas e encontrou 167 normas não aderentes ao ODS 5. Algumas delas são:

  • cinto de segurança
  • máscara de proteção facial
  • equipamento de proteção pessoal

Essas normas são desenvolvidas usando as características físicas de um homem médio, o que pode resultar em mais acidentes de trabalho e maiores riscos de saúde para o gênero feminino. Por esse motivo, ao elaborar uma norma é preciso pensar nas mulheres também.