Créditos: Willian Meira/MMFDH


A ABNT, representada por seu presidente Mario William Esper e pelo diretor-geral, Ricardo Fragoso esteve, novamente, reunida em Brasília com a Ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e equipe, para tratar do Acordo que firmarão em breve sobre a importância da participação do gênero feminino na Normalização Brasileira e Internacional.

Essa ação atende ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 5 – Igualdade de Gênero, que visa alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

A igualdade de gênero é um componente-chave da responsabilidade social, e o empoderamento das mulheres e sua igualdade na sociedade são destaques na norma ABNT NBR ISO 26000 - Diretrizes sobre responsabilidade social.

Esta norma fala sobre eliminar preconceitos e promover a paridade através da recomendação de que as organizações tenham equilíbrio de homens e mulheres em suas estruturas, garantindo que ambos os sexos sejam tratados de forma igual quando se tratam de recrutamento, oportunidades de carreira e remuneração.

A Ministra também demonstrou interesse em participar mais efetivamente da normalização, inclusive em outros assuntos, como por exemplo, na elaboração de uma norma de terminologia para povos tradicionais, como ciganos, quilombolas entre outros, e também, para elaborar com urgência uma norma sobre segurança de piscinas caseiras, dado ao fato de que muitos acidentes com crianças, que possuem piscinas em suas casas tem acontecido.