A ABNT participou do Lançamento do caderno “A Equoterapia no tratamento pós-Covid-19”, idealizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM). A transmissão, aconteceu pelo canal da ABQM no YouTube e contou com a participação de especialistas e de representantes de Associações ligadas ao tema. O presidente da ABNT, Mario William Esper foi um dos palestrantes e explanou sobre as atividades da ABNT e também sobre as Práticas Recomendadas já elaboradas em parceria com a ABQM, além das que estão em andamento e da primeira norma internacional de Equoterapia.

Mario também fez questão de ressaltar sobre duas leis que impactam diretamente a normalização, para explicar o porque da importância da participação brasileira nos fóruns internacionais. “A nova Lei de Liberdade Econômica afeta diretamente a normalização, pois se existir uma norma desatualizada com mais de 3 anos deve-se adotar uma norma internacional. Por esse motivo, o trabalho tem sido intenso e é de suma importância que tenhamos uma participação ativa na normalização tanto nacional, quanto internacional, para que seja possível defender o posicionamento brasileiro. E a Lei 14.133, de licitações e contratos administrativos que estabelece maior isonomia competitiva aos fornecedores de produtos e serviços para a administração pública, minimizando a concorrência desleal; margem preferencial para bens e produtos em licitações nacionais e internacionais que atendam às normas técnicas; e inclui a obrigatoriedade de apresentação de prova de qualidade pelo fornecedor de produtos e serviços  através do atendimento às normas técnicas”.

Também foram apresentadas as Práticas Recomendadas elaboradas em parceria com a ABQM. A Prática Recomendada de Equipamentos utilizados na prática de atividades esportivas equestres da raça de cavalos Quarto de Milha (ABNT PR 1008), que está dividida em oito partes: Parte 1: Diretrizes gerais, Parte 2: Boas práticas e Bem-Estar Animal, Parte 3: Modalidade – Laço individual, Parte 4: Modalidade – Três tambores e Parte 5: Modalidade – Vaquejada.


“A princípio, essas cinco partes foram elaboradas contemplando três modalidades, mas a intenção é que a ABNT desenvolva Práticas Recomendadas para as mais de 20 modalidades existentes que podem fazer parte dos eventos da ABQM. Além da ABNT PR 1008, desenvolvemos outra Prática Recomendada, ABNT PR 1004-4 - Operação segura em organizações durante situações de pandemia - Parte 4: Realização de eventos equestres — Provas equestres, montaria e exposições agropecuárias. O documento tem por objetivo fornecer estrutura operacional e recomendações técnicas de higienização e operação segura em eventos equestres de montaria, agropecuários e exposições, para prevenir propagação do vírus SARS-CoV-2 e proteger os praticantes e espectadores”, ressaltou Esper.

Mais três partes estão em desenvolvimento neste momento: ABNT PR 1008-6: Laço em Dupla; ABNT PR 1008-7: Rédeas e ABNT PR 1008-8: Team Penning.

“Nossa grande expectativa neste momento é a proposta inédita de elaborar uma norma internacional para Equoterapia, que terá como escopo desenvolver requisitos, princípios, estrutura, orientação e ferramentas de suporte em uma abordagem holística e global para todas as organizações relevantes, para aumentar sua contribuição para o desenvolvimento biopsicossocial das pessoas. Estamos bem otimistas na aceitação dessa norma pela ISO”, finalizou Esper.

Para conferir como foi o lançamento, clique aqui.

Para conferir o caderno, clique aqui.