Foi lançada hoje (14), em Brasília, pela Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (Frenlogi), a Câmara Temática do BIM, cujo objetivo é disseminar a metodologia BIM (Building Information Modeling) ou Modelagem da Informação da Construção, como requisito indispensável para o planejamento, acompanhamento e, especialmente, fiscalização de obras públicas de infraestrutura no Brasil.

O presidente da ABNT, Mario William Esper participou do evento, e em sua breve apresentação ressaltou que o BIM tem recebido atenção especial da ABNT há alguns anos. "A Comissão de Estudo Especial de Modelagem de Informação da Construção (ABNT/CEE-134), que foi instalada em junho de 2009, em atenção à solicitação do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC),  tem se dedicado bastante. Possui mais de 550 especialistas e empresas integrantes registrados, e em seu acervo estão disponíveis 09 normas técnicas ABNT, em sua maioria adoções de normas internacionais ISO, que oferecem suporte às decisões governamentais tratadas no Decreto nº 10.036, emitido em 2 de abril de 2020, que estabelece a utilização do BIM na execução direta ou indireta de obras e serviços de engenharia, realizada pelos órgãos e entidades da administração pública federal".

Esper ainda complementou que a referida Comissão está trabalhando no desenvolvimento de mais cinco normas brasileiras, que deverão ser publicadas nos próximos oito meses, o que elevará a quantidade de normas brasileiras sobre o tema para 14, muito próximo da quantidade internacional de normas existentes na ISO (19 normas publicadas).

Também explicou que a ABNT é membro Participante (P) do Comitê Técnico da ISO (ISO/TC59 – SC 13) - “Organization and digitization of information about buildings and civil engineering works, including building information modelling (BIM).”  Este subcomitê, criado em 1987, possui em sua composição 50 países e em seu acervo 19 normas internacionais publicadas, além de mais cinco projetos em elaboração, sempre contando com a contribuição técnica ativa dos especialistas brasileiros.


Além das nove normas publicadas e que fazem parte da Coletânea Eletrônica de Normas Técnicas – Modelagem de Informação da Construção (BIM) - uma publicação com quase 400 páginas e que vem sendo atualizada desde 2017, quando foi lançada - a ABNT também lançou no ano passado, uma edição especial do boletim ABNT apenas sobre o tema BIM, que tem como objetivo oferecer um panorama das atuais ações relacionadas a BIM aplicadas nos segmentos de infraestrutura no Brasil. Numa série de artigos, a partir dessa edição, é apresentado parte dos trabalhos desenvolvidos pelas empresas atuantes de cada segmento de infraestrutura do país relacionados aos seus desafios para adoção e disseminação do BIM.

O Boletim também discorre sobre ações encaminhadas como contribuição para superação dos desafios relacionados ao desenvolvimento da normalização BIM no Brasil em colaborações, por meio das respectivas ações em andamento no âmbito da ABNT/CEE-134.

Para conferir a publicação, clique aqui.

Para conferir o evento na íntegra, clique aqui.